Id, Ego e Superego: entenda rapidamente quem são eles

2 min


13 shares
ID, EGO e Superego

Imagine que sua mente é dividida em três partes chamadas Id, Ego e Superego.

O Id, ego e superego são como um trio que tentam trabalhar juntos e mediar conflitos. Fazem parte de nosso consciente e inconsciente e tentam atuar em conjunto para determinar a melhor forma de nos comportamos perante a vida.

O conceito de Id, Ego e Superego foi criado por Freud e pode parecer complexo para muitos. Trata-se de uma linha de pensamento da psicanálise.

O Id é regido pelo princípio do prazer e totalmente ligado a libido, agindo de forma impulsiva e inata. O ego é o nosso consciente e esta responsável por funções como os pensamentos, as memórias, os sentimentos e a percepção. Já o superego funciona como nosso controle social, com um senso extremo de moral, age seguindo nossos aprendizados ao longo da vida em relação aos valores culturais e regras de conduta.

De uma forma simplista, o Id é impulsivo, amoral e instintivo.
O ego é consciente, moral, considera a ética e as normas. É o mediador de conflitos entre o id e o superego.
O superego atua como componente supermoral da personalidade, onde vivem nossas crenças e valores arraigados ao longo da vida pela nossa comunidade familiar e verbal.

ID = princípio do prazer
EGO = princípio da realidade
SUPEREGO =  princípio do dever

Juntos os 3 atuam de forma que nosso comportamento seja equilibrado. Toda ação impulsiva e não pensada, você pode entender que estava sob controle de seu inconsciente (o id). Toda vez que você pára e pensa a respeito do que esta fazendo, racionalizando a situação e tentando encontrar um equilíbrio, seu consciente começa a atuar em seu comportamento (Ego). Ainda assim, é possível que você sinta-se culpado por determinadas atitudes e seja rigoroso demais com si mesmo depois do arrependimento, fazendo com que algumas travas surjam justamente para tentar super-controlar seu id (o superego).

O ideal na vida é que haja equilíbrio entre estes 3 componentes da mente. Id, ego e superego devem atuar em conjunto para determinar um comportamento que faça com que o ser humano prospere e esteja bem e feliz. Quando há um desequilíbrio, pode ser que tanto a pessoa quanto as que estão ao seu redor sofram.

Apesar de atuar em conjunto, o id, ego e superego são entidades totalmente distintas, interagindo dentro de uma pessoa ao mesmo tempo. Os conflitos internos surgem quando há um desequilíbrio entre eles. Segundo Freud, ser saudável significa estar com estes 3 entes em equilíbrio agindo de forma dinâmica e em conjunto para regular o comportamento mais sensato, racional e saudável.

Referências:

Carducci, B. The psychology of personality: Viewpoints, research, and applications. John Wiley & Sons; 2009.
Engler, B. Personality theories. Boston: Houghton Mifflin Harcourt Publishing; 2009.

Imagem de capa: Suelen Maistro® Proibido cópias e reproduções


Like it? Share with your friends!

13 shares

What's Your Reaction?

Amei Amei
0
Amei
Nossa! Nossa!
0
Nossa!
Own Own
0
Own
Gostei Gostei
0
Gostei

Comments

comments

error: Content is protected !!