Perdoar não é esquecer, é se libertar para seguir em frente

2 min


82 shares
perdoar

Todos ouvimos que precisamos perdoar e esquecer.

Ouvimos sobre o perdão e a importância de se perdoar as pessoas desde que éramos crianças. Provavelmente nossos pais foram os primeiros a nos ensinar esta lição.

Muitos dizem que devemos perdoar 70×7, outros que devemos dar a outra face. Isto significa dar uma nova chance para os que nos magoaram, certo?

>> O outro esta te incomodando? Olhe para dentro

Aprendemos ao longo da vida que esta era a regra de ouro. Algo a se alcançar para conseguir ser pleno e estar em paz. Nossos pais não estiveram errados todos estes anos. Realmente, é preciso aprender a perdoar. No entanto, é preciso ficar claro que isto não significa esquecer.

O perdão é uma habilidade essencial a vida. Ele nos serve em todos os tipos de relacionamentos. Salva amizades, amores, restaura nossa fé na humanidade. E ainda, podemos nos beneficiar dele quando somos perdoados.

Sim, todo mundo é capaz de estragar tudo. Todos cometemos erros. Aprender com eles e ainda ser perdoado, é um bônus a mais para a vida.

>> Dor emocional: 7 estratégias práticas de superação

Perdoar e esquecer funciona bem na teoria, não na prática. Porém, há 4 razões para perdoar e estas mesmas razões para não esquecer.

1. Perdoar é fundamental para nossa saúde emocional 

Não perdoar significa guardar rancor. Quando escolhemos guardar a raiva, damos a ela a chance de nos devorar. A raiva nos deixa irritados, fisicamente doentes, impacientes e amargurados.

Não perdoamos as pessoas porque elas merecem, perdoamos porque nós não merecemos guardar tanta amargura conosco.

Precisamos colocar as emoções que nos destroem para fora e entender que a felicidade é uma responsabilidade nossa e não do outro. Você pode perdoar e não esquecer o que o outro fez, assim, você se lembrará de como não vale a pena agir como o outro agiu.

>> Habilidades Interpessoais e Sociais: 7 dicas para o local de trabalho

2. Nós podemos aprender com experiências passadas 

Quando aprendemos algo mesmo com as adversidades, conseguimos seguir em frente. E seguir em frente pode ser com ou sem a pessoa que nos feriu. Perdoar não significa manter contato ou estar ao lado, caso você não consiga. Respeite seus sentimentos e seu coração, se não for possível: perdoe e se afaste.

O perdão tem a ver com virar uma página para escrever novas. É sobre a nossa história e não a do outro.

Perdoar traição pode ser miseravelmente doloroso. Tome seu tempo, se recomponha e quando estiver pronto, dê seus passos adiante.

>> Coração é sagrado, não pode ser entregue a qualquer um

3. Perdoar pode fortalecer nossos relacionamentos 

Quando perdoamos, nossos relacionamentos que se mantiveram podem se restaurar, se fortalecer e aprofundar. Apesar do passado, não por causa dele. Quando perdoamos, estamos fortalecendo nosso compromisso em relacionamentos saudáveis.

O perdão é uma força que vibra mais forte que qualquer mágoa. Principalmente quando a pessoa que te magoou esta verdadeiramente arrependida.

4. Nós nos protegemos de ser uma vítima da mesma ofensa novamente

E enfim, o motivo de não precisar esquecer, tem a ver com a autopreservação. Evitar situações onde outras pessoas possam cometer o mesmo erro com você futuramente. Perdoar não significa manter a pessoa em sua vida e nem esquecer o que ela fez.

As vezes, é mais saudável perdoar e seguir em frente sem aqueles que te magoaram, para que você não seja repetidamente o alvo dos mesmos maus tratos.

Dar o perdão tem muito valor, se lembrar do motivo de ter perdoado também. Cuidar de si mesmo e do seu coração é importante e saudável. Se for saudável não manter contato, não mantenha. Se o seu perdão vier com uma grande dose de recomeço, abrace isto e siga em frente sem olhar para o passado.

>> Ame mais, julgue menos e abrace a vida com felicidade


Like it? Share with your friends!

82 shares

What's Your Reaction?

Amei Amei
1
Amei
Nossa! Nossa!
0
Nossa!
Own Own
1
Own
Gostei Gostei
0
Gostei

Comments

comments

error: Content is protected !!