Psicologia Inversa ou Reversa? O que é e como funciona?

Dar ao outro a chance de errar e aprender com as consequências de suas escolhas é uma atitude que a longo prazo, é mais efetiva.1 min


psicologia inversa, psicologia reversa

A psicologia reversa ou psicologia inversa?

Em tradução livre, o termo é psicologia reversa. No entanto, também é conhecida como psicologia inversa.

Psicologia inversa ou reversa é fazer alguém fazer algo, sugerindo que esta pessoa faça o oposto.

Este tipo de técnica funciona melhor quando a pessoa em questão esta tomando decisões emocionais, sem que racionalize seus atos.

>> Consciência e consciente: qual a diferença entre os dois?

Funciona muito bem com crianças e adolescentes. No entanto, quando se trata de educar e criar uma criança, a estratégia pode ser falha a longo prazo.

Isto porque na psicologia inversa ou reversa, você proíbe uma ação, implantando uma sugestão que levanta duvidas da capacidade do sujeito em fazer aquilo.

>> Habilidades Interpessoais e Sociais: 7 dicas para o local de trabalho

Assim o sujeito faz o oposto, para provar que consegue ou que você estava errado.

O sentimento da pessoa desafiada é de que alguém tenta lhe tirar seu sendo de controle, por isso ele faz o oposto do sugerido. Inclusive, ações que são contrárias ao seu próprio interesse.

>> Inteligência Emocional: 4 características indicam que você tem

A pessoa recebe a psicologia inversa ou reversa como uma provocação.

E algumas percebem estar sendo manipuladas. Quando a pessoa percebe que esta sendo manipulada, ela pode, inclusive, seguir a sugestão como forma de vingança.

Usar psicologia inversa ou reversa é delicado. Pode funcionar por um tempo mas depois pode se tornar uma armadilha para quem a usa.

>> Autoconfiança: 10 formas para se tornar mais autoconfiante

O mais sensato em qualquer tipo de relacionamento, mesmo os estabelecidos com crianças em sua educação, é ser honesto.

Assim, damos a pessoa nosso voto de confiança, ganhamos sua confiança pela honestidade e deixamos que ela tenha controle sobre suas ações tomando suas próprias decisões, sendo assim, responsável por elas.

Dar ao outro a chance de errar e aprender com as consequências de suas escolhas é uma atitude que a longo prazo, é mais efetiva.

Além de aumentar o vínculo estabelecido entre os envolvidos de forma honesta e segura.


Like it? Share with your friends!

What's Your Reaction?

Amei Amei
0
Amei
Nossa! Nossa!
0
Nossa!
Own Own
0
Own
Gostei Gostei
0
Gostei

Comments

comments

error: Content is protected !!