Empatia: além da linguagem, uma habilidade social

2 min


102 shares
empatia

A empatia é muito mais do que uma linguagem verbal ou não verbal, ela é uma habilidade social.

E como uma importante habilidade social, a empatia pode ser mais evidente em algumas pessoas do que em outras. Algumas terão um alto nível de empatia, já outras se quiserem ser realmente empáticas, precisarão tentar desenvolver esta habilidade.

>> Habilidades Interpessoais e Sociais: 7 dicas para o local de trabalho

Veja dois exemplos básicos a respeito de uma atitude com empatia e outra não:

  • Se sentir triste /chateado / magoado quando ver uma criança sendo ferida = empática
  • Achar que a criança, independente de você conhecê-la ou não, mereceu o castigo ou ferimento = não empático

Sentir-se triste, magoado ou chateado ao ver os outros que estão tristes, magoados ou chateados é a melhor demonstração de empatia.

Mais exemplos:

“Adoro ver os rostos felizes das pessoas quando eles abrem presentes” (empatia)
“Eu não gosto de ver os outros abrirem presentes” (não empatico)

Se sentir feliz pelos outros é um sinal de empatia. O ciúme é geralmente o oposto. Ser feliz na felicidade dos outros é um sinal de abundância na autoconfiança, enquanto o ciúme vem de uma posição de falta.

>> Autoconfiança: 10 formas para se tornar mais autoconfiante

A capacidade de entender que pessoas diferentes têm pontos de vista diferentes é uma habilidade muito saudável. Uma incapacidade de fazer isso pode trazer julgamento e atrair conflitos. Tentar ser atencioso, independentemente de ter sucesso ou não, é um sinal de que você considerou os sentimentos de outra pessoa.

>> Inteligência Emocional: 4 características indicam que você tem

Ter consideração e respeito pelos outros, pensar em como alguém pode se sentir com alguma atitude sua, entender pontos de vistas diferentes, não entrar em competições sobre quem sofre mais ou tem mais problemas, ouvir o que o outro tem a dizer e dar um feedback para esta pessoa que indica que você presta atenção e a ouve (não precisa ser uma linguagem verbal, pode ser um olhar, um abraço), entender o momento de alguém e respeitá-lo, são todas características de pessoas com alto grau de empatia com o próximo.

As pessoas menos empáticas são mais teimosas, contundentes, preconceituosas e inflexíveis. Elas têm uma mentalidade de preto ou branco e preferem fazer as coisas sem cogitar possibilidades.

Existe fórmula para se ter empatia?

A capacidade de prever o que os outros vão dizer ou fazer é uma função intuitiva que se baseia em muitas sugestões sutis das quais não temos consciência.

Crianças e adultos que gostam de tirar sarro dos outros geralmente têm menos empatia. Embora o humor possa ser importante para a interação social, há uma clara distinção entre crueldade e diversão. Uma boa maneira de distinguir entre os dois é verificar qual parte acha que é engraçado. Se ambos os lados pensaram que era engraçado, então é humor. Se apenas um deles acha que é engraçado, isso é crueldade.

Ou seja, uma das melhores fórmulas para treinar sua habilidade de ter empatia com o próximo é se fazer a pergunta: como eu me sentiria se esta situação fosse comigo?

Ainda que se colocar no lugar do outro seja um desafio ou algo que nunca poderá o ser de forma literal, a capacidade de trazermos determinada situação para dentro de nós e nos imaginarmos naquela situação é um exercício de empatia.

Cuidar do outro é um sinal de empatia. As pessoas que não se importam, geralmente estão ocupadas com seus próprios sentimentos e emoções. O que pode ser um sinal de que eles não têm “o suficiente” de sua própria autoconfiança para dar qualquer coisa aos outros.

Leia também:


Like it? Share with your friends!

102 shares

What's Your Reaction?

Amei Amei
1
Amei
Nossa! Nossa!
0
Nossa!
Own Own
0
Own
Gostei Gostei
0
Gostei

Comments

comments

error: Content is protected !!